Obrigado pelos 100.000 acessos

Olá e Obrigado a Todos que participaram desses 100.000 acessos ao PediatriaVirtual.com e com a ajuda de todos, alcançaremos a marca de 20.000 acessos no mês e 1.000 acessos por dia nesse mês de março de 2017.

Gostaria de agradecer a todos que comentaram, leram, deram idéias e dicas seja via comentários, e-mails, Facebook e durante as consultas comigo.

Além dos Pais, que aliás eu adoro todos eles, mesmo aqueles que me mandam e-mails e mensagens todo os dias, eu gostaria de agradecer aos meus pacientes, meus Pequenos como gosto de chamar, pois eles são a minha verdadeira inspiração e de onde busca a força de vontade para escrever cada um dos meus textos no PediatriaVirtual.com

Agradeço a todos os pequenos Joãos, Pedros, Valentinas, Miguel, Isabelas, Barbaras, Rafaelas, Eloas, Enzos, Victor, Fernandas, Patrícias, Lucas e tantos outros que eu poderia escrever páginas e páginas de agradecimentos.

Obrigado a todos que me ajudaram nessa jornada.

Dr. Christian Helfstein

Médico Pediatra – CRM 119.947

Chegou a Temporada da Tosse

Com a chegada do outono e a sua teórica redução na temperatura e principalmente na umidade do ar, a ocorrência de Tosse nas crianças é cada vez mais frequente, seja por quadros alérgicos como a Rinite, Asma ou Sinusite, como por quadros infecciosos como Gripes, Resfriados, Bronquiolites, Pneumonias, Otites e Laringites.

A maioria dos quadros é de origem infecciosa, excetuando as crianças que já apresentam um diagnóstico prévio de alergia, sendo os resfriados os mais comuns. Em 20% das crianças, a Tosse após um simples resfriado pode durar mais de 15 dias, sem nenhum risco para a criança.

Lembrando que a Tosse é um mecanismo de defesa contra infecções, levando a expectoração e proteção contra engasgos, por isso, devemos evitar o uso de medicação que inibem a tosse.

Em relação a gravidade, a bronquiolite é disparada a maior causa de internação entre as crianças com as Enfermarias e UTI lotadas a partir de abril devido a essa doença viral tão frequente nos menores de 2 anos.

A melhor prevenção é a higiene das mãos. Você sabia que pode reduzir em 80% a transmissão de doenças paras as crianças apenas lavando as suas mãos e as mãos delas mais de 5 vezes ao dia, além de lavar nos momentos em que estiver efetivamente suja.

Clique abaixo para saber mais no PediatriaVirtual.com:

Bronquiolite ou Chiado no Peito do BebêGripes e ResfriadosTosse no Bebê e Criança

Dr Christian Helfstein

Médico Pediatra – CRM 119.947

Descontrole e Birras

Nesses últimos dias de trabalho, eu fui questionado varias vezes sobre a normalidade de determinados comportamentos de 2 de meus pacientes, com choros que não acabavam mais levando os pais quase a loucura e uma outra criança de 6 anos que ainda apresentava crises de birra e descontrole como se ela ainda tivesse 2 anos de idade.

Ninguém quer um filho tendo um ataque como esse no vídeo abaixo, principalmente após os 4 ou 5 anos de idade:

Em ambos os casos, os pais tinham muitas duvidas sobre o que fazer, quando fazer e quais as consequências desses atos. Evidentemente, todos nós sabemos o que fazer num momento de birra mas o mais difícil é manter o controle de nossa própria irritação e frustação, e com isso poder ajudar de verdade os nossos filhos.

Nos momentos de estresse, todos pensamos em dar um tapinha no nosso pequeno tirano ou mesmo em sair correndo gritando porque não aguentamos mais tanto choro. Não há ouvido e paciência que suportem a incrível capacidade das crianças de gritarem.

E mais importante de tudo, as birras são extremamente personalizadas. Muitas crianças apresentam diferentes birras dependendo da pessoa que está “cuidando” dela. Pode bater na mãe, gritar loucamente com o pai, prender o folego com a avó ou sair quebrando tudo com o irmão mais velho. Eles sempre escolhem o que mais nos irrita.

O cerne da questão é a Frustração. Seu filho faz birras por estar frustrado e não saber lidar com a situação. Querer fazer e não poder ou querer fazer e não conseguir são situações difíceis até para alguns adultos, imagine para uma criança.

Seu filho vai refletir o seu comportamento. Seja  firme, calmo, carinhoso e dê atenção nos momentos certos e principalmente, dê um tempo para ele descobrir como lidar com a situação. Seja paciente para ensinar seu filho a ter paciência!

Saiba mais sobre Birras clicando aqui.

Dr Christian Helfstein

Médico Pediatra – CRM 119.947

Novidades de Fevereiro 2016

Calendario mensalO Mês de Fevereiro foi marcado pela volta as aulas de nossas crianças, e todos os Quadros Infecciosos e Febres associados como as gripes, os resfriados, as gastroenterites (vômitos e diarréia), os exantemas (manchas no corpo) e as três mais pedidas do verão: Dengue, Chikungunya e Zika.

Em relação ao Zika foi constatado a relação direta entre a infecção durante a gravidez e o risco de microcefalia (que ocorre apenas dentro da barriga), a ocorrência de neuropatias relacionadas como Guillain Barré (paralisia), surdez e cegueira. Todas são aparentemente reversíveis e ocorrem em uma minoria dos pacientes.

O Ministério da Saúde iniciou a vacinação segundo o novo calendário disponibilizado em janeiro de 2016. Seguem as mudanças abaixo:

vacina 2016

Novas Páginas
Hérnia UmbilicalUmbigo - Não dá para ter dó!hernia-inguinalhidrocelesono-normal

 

Mais novidades no próximo mês.

Deixem sugestões e comentários …

Até Mais