Clique aqui para saber as Novidades

A troca de fraldas de um bebê parece extremamente fácil na teoria, mas muito mais complexo na prática. Por mais incrível que pareça as instruções de todos os pacotes de fralda que já comprei, das mais diferentes marcas, são ridículas. Não ajudam em nada os Pais desavisados ou de primeira viagem.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Tentarei ser o mais prático possível, mas certas coisas dependem de observarmos nossas limitações e habilidades e adaptá-las ao bebê.

Onde Trocar ?

Pode ser em qualquer lugar a sua escolha, pois nenhum deles é perfeito.  Seguem os meus prós e contras de cada um:

  • Cômoda: a maioria das pessoas tem. Prós: tudo ao alcance das mãos, roupas, fraldas e utensílios, tem bastante área de apoio aos inexperientes, pode ser feita sob medida à altura dos pais e fácil limpeza. Contra: é alta e uma queda dela pode ser perigosa, falsa impressão de segurança por conta do tamanho; depois dos 6-8 meses, o bebê é grande em relação ao tampo superior (exceto nas sob encomenda).
  • Trocador específico: pode ser associado a banheira ou não. Prós: geralmente apresenta as laterais mais altas para evitar quedas, tem um comprimento adequado ao crescimento da criança e é de fácil limpeza. Contra: instável, por conta do baixo peso, não tem área de apoio para fralda, roupas e etc, estreito para algumas crianças.
  • Cama (dos pais, do quarto do bebê): Prós: móvel mais largo, menos risco inicial de queda e área para apoio. Contras: quando criança vai crescendo, tenta virar ou fugir se souber rolar, engatinhar ou andar e no caso de xixi ou cocô acidental durante a troca, pode sujar algum lençol.
  • Berço: idem cama, porém mais seguro e um pouco mais desconfortável para os pais

O Que Eu Preciso Ter a Mão?

  • Trocador ou fralda de pano para apoiar o bebê (se quiser)
  • Fralda
  • Roupa (se for trocar)
  • Lenço umedecido (menos indicado para uso diário), algodão mais água morna ou lavar no banheiro, pia com água aquecida ou chuveiro/chuveirinho
  • Pomada de assadura, maisena ou equivalente
  • Soro fisiológico para higiene nasal (é uma boa forma de criar o hábito para os Pais e Bebê)

 Qual Tamanho de Fralda Usar?

Todas as marcas de fralda tem tabelas de recomendação baseadas no peso do bebê, mas nem todos sabem que um bebê de 7 kg pode ter apenas 2 meses e 55 cm ou ter 6 meses e ter 66 cm, ou seja, se basear apenas no peso é um erro muito comum das pessoas e isso impede a utilização de toda a capacidade da fralda

A escolha do tamanho da fralda é tão importante quanto a escolha da marca da fralda. Levamos em conta não só o peso mas também a altura da criança.

diaper - ok
Fralda Adequada

Diferentes marcas tem diferentes formatos de fralda e de mecanismo de fechamento. Pode ser que uma fralda M da Pampers funcione melhor que uma fralda G da Turma da Mônica ou da própria Pampers, e vice versa.

Meu filho sempre foi grande para a idade e por isso, sempre mudamos de tamanho de fralda fora da tabela das diferentes marcas, sempre usando fraldas recomendadas para pelo menos 2 – 3 kg a mais do que ele realmente pesava.

Ao colocar a fralda, levamos em conta a área de gel e não a borda impermeável da fralda. A fralda deve ficar uns 4 dedos acima do cofrinho no bumbum e sempre mais perto do umbigo que do ossinho da bacia ou mesmo cobrindo o umbigo com a borda do gel

Alguns sinais de uma fralda muito pequena:

Diaper-small
Fralda Pequena
      • As fitas ou velcro ficam muito afastadas ao fechar
      • A fralda fechada fica muito baixa nas costas (apenas cobre o bumbum), e/ou muito baixa na parte da barriguinha (muito embaixo do umbigo, mais de 2-3 dedos)
      • Ou seja, fralda uns 3-4 dedos acima do cofrinho e sempre mais perto do umbigo que do ossinho da bacia
      • Os elásticos ficando apertados e deixando marcas vermelhas.
      • O gel da fralda fica cheio apenas perto do local de saída do xixi, meninos na frente e meninas no meio das pernas, e vaza com facilidade. Demonstra que o gel é mal aproveitado porque a fralda está apertada.
      • Vazamentos característicos: Meninos, na área da frente para cima ou na frente das coxa; Meninas na região entre as coxas.

Alguns sinais de uma fralda muito grande:

      • O velcro ou a fita se cruzam na frente dificultando o fechamento
      • A fralda fecha muito acima do umbigo
      • Os elásticos da perna e/ou a cintura ficam soltos, gerando vazamentos
      • Vazamentos característicos: Meninos e Meninas na parte inferior, entre as coxas.

Quando Trocar?

      • Cocô: trocar a cada eliminação, excluindo é claro os chamados “puns molhados”, que não gera assaduras ou incômodos na criança e muitas vezes nem percebemos.
      • Xixi: depende da capacidade de absorção de cada marca de fralda, ou seja, quanto mais gel, menos trocas, menos irritação para o bebê, menos tempo perdido e mais economia de fralda. Cuidado que a fralda muito barata pode sair cara porque usa muito mais.
      • Noite: a partir do 3 meses, quando a maioria das crianças passa a dormir toda a noite sem mamar, pode-se trocar apenas se ela fizer cocô, logicamente levando em conta a capacidade da fralda.

Como limpar meu Bebê?

  • Lavar as Mãos direito
  • Segure com uma mão os tornozelos do seu bebê e levante só suas pernas para cima.
  • Você pode utilizar a fralda suja para retirar o excesso de cocô do seu bebê, facilitando a sua vida.
  • Procure sempre de higienizar da frente para trás, tomando cuidado para que não fique nada sujo, inclusive entre as dobrinhas da pele. Desta forma, evitará a entrada de bactérias e infecções.diaper-change
  • Nos bebês do sexo feminino, a higiene deve ser cuidadosa, procurando retirar qualquer possível secreção que possa estar acumulada na região, sem é claro introduzir nada na vagina da criança. Afinal os grandes lábios existem para proteger essa região.
  • No caso de bebês do sexo masculino, lembre-se sempre de limpar a região entre o pênis e o saco escrotal.
  • Sempre secar após a limpeza.

Com o que devo Limpar?

  • Lenço Umedecido: pior de todas as opções. Principal causa de assadura, excetuando a falta de troca de fralda no momento adequado. Utilizar somente fora de casa, quando não existir outra opção.
  • Algodão e Água Morna: muito bom , evita o aparecimento de assaduras. Não gosto muito por conta da logística, tem que ter um local para água morna, um local para o algodão, um local para o descarte do algodão sujo (não dá para dobrar e colocar na fralda suja durante a limpeza como o Lenço)
  • Lavar com água corrente: melhor de todos, já vi de várias maneiras: em Pias (com água aquecida), em Bacias, no Chuveiro (não aconselho, risco grande de queda) e na Pia com Chuveirinho, nada como água corrente para lavar a alma e os restos de cocô de uma bebê.

Como colocar as fraldas?

Depois de fechar a fralda suja e higienizar a pele, pegue a fralda limpa, previamente aberta e, para melhor resultado, antes de colocá-la, levante as abas laterais com os dedos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Em seguida, coloque a parte maior apoiada para trás, embaixo do bumbum do bebê, com os adesivos abertos para ambos os lados.
  • Momento de usar o produto de prevenção ou tratamento de assadura
  • Dobre para cima a parte que sobra da fralda, cobrindo sua genitália e colocando-a sobre a barriguinha do seu bebê.
  • O Pênis dos Meninos deve estar voltado para baixo, apontando para os pés.
  • Posição da Fralda: na parte de trás na altura equivalente ao umbigo, e na frente aproximadamente de  0-2 cm do umbigo. Levando-se em conta a área de gel e não a beirada da fralda.
  • Observe que a parte mais estreita da fralda deve ficar entre suas pernas, para oferecer maior conforto.
  • Para fechar, estique com uma mão a parte que cobre a barriguinha do seu bebê, para a lateral, enquanto com a outra mão, pegue a fita adesiva e cole de forma a “envolver” seu bebê, assegurando-se de que a fralda não fique solta. Repita o procedimento com o outro lado.
  • As fitas devem ficar juntas ou separadas, mas mantendo a mesma distância do centro da fralda ou do umbigo do bebê, para evitar que a fralda fique torta. Não tente “arrumar” com os dedos os elásticos das pernas para adentro, pois pode esmagar ou estragar as faixas elásticas, que ajudam a prevenir vazamentos.
  • Algumas fraldas, principalmente os tamanhos menores, tem o elástico interno colado na parte posterior, ou seja, na parte de trás no alto do bumbum, essa parte deve ser aberta com cuidado reduzindo a chance de vazamentos quando as fezes estiverem mais amolecidas.
  • Lavar as mãos novamente.

Espero ter ajudado a todos. A troca de fralda perfeita demanda treinamento repetido, agilidade e um brinquedo preferido para distração.

Dr. Christian Helfstein

CRM/SP 119.947

Textos Relacionados

Novidades para Você!Hérnia UmbilicalHidroceleAssaduras e Micoses de FraldaPrimeira Consulta com Pediatra - PuericulturaCausas de Choro no BebêCólica do LactenteO Sono Normal das Crianças