Essa imagem tem um atributo alt vazio; o nome do arquivo é banner-novidades-novo.jpg

Olá a todos!

Vamos falar de algo assustador:

Pesadelos e Terrores Noturnos

Eles são considerados distúrbios do sono, no qual muitas vezes são confundidos, apesar de serem muito diferentes um do outro.

O que ambos tem em comum é serem piorados pelo cansaço, ou qualquer tipo de estimulantes como: cafeína, refrigerantes, doces, televisão, eletrônicos ou brincadeiras vigorosas perto da hora de dormir.

Esqueçam a velha frase:

 

“Canse o seu filho que, assim ele vai dormir melhor”

Na realidade, o excesso de cansaço leva ao aumento de todos os distúrbios do sono.

Terror Noturno

Crise de choro, agitação, e tudo isso, com uma mistura do estar acordado (olhos abertos, gritos, movimentos) com o sono (não escuta nem vê nada, não responde ao ambiente, parece estar sonhando acordado).  É assustador, pois a criança fica muito amedrontada, mas o colo, a fala e nenhuma atitude parece acalmar a criança por minutos.

  • 1 a 6% das crianças;
  • De 1 ano até a adolescência;
  • Genética e forte associação ao sonambulismo;
  • Amnésia: não lembra de nada que aconteceu;
  • Parte inicial da noite;
  • Dura até 30 minutos, mas já vi casos em que dura a noite toda.

Pesadelo

Crise de choro que tem melhora progressivamente ao acordar, com a criança leve a moderadamente amedrontada.

  • Lembra parcialmente ou tudo de que sonhou;
  • Pode ser repetitivo;
  • Final da madrugada;
  • Não é genético;
  • Não é associado a outros distúrbios do sono como sonambulismo, pernas inquietas, movimentações ou fala durante o sono.

Fiquem tranquilos que eles geralmente vem em fases, e tente sempre melhorar a qualidade do sono de seu filho, por que isso é o principal fator de ajuda.

Abraços

Dr Christian Helfstein – Pediatra

CRM 119.947 – Limeira/SP