A Desidratação é provavelmente a principal preocupação médica em crianças e idosos, junto com alterações na respiração e neurológicas.somos-70 Nosso corpo é composto, em média 70% de água no adulto, variando de quase 85% no recém nascido até 50% nos idosos. Devido ao alto teor de água corporal e baixo peso, obviamente quanto menor a criança maior a chance de desidratação. Por exemplo, recém nascidos podem desidratar apenas por não mamarem direito, sem apresentarem vômitos ou diarreia. As principais causas de desidratação são os vômitos e diarréia, sejam das famosas Viroses ou das intoxicações alimentares. Quadros respiratórios graves como Bronquiolites, Bebe Chiador, Asma ou Pneumonias, levando a dificuldade alimentar e perda de líquidos na respiração, a falta de ingesta associada a alterações vasculares de doenças graves, como dengue, infecções generalizadas, sepse, meningite, entre outros, ou até mesmo a Febre. asmalactente chiadorVômito e Diarréia na CriançaBronquiolite ou Chiado no Peito do Bebê pneumonia Febre A desidratação é dividida em três graus, de acordo com o percentual de peso perdido:
  1. Leve: até 5%.
  2. Moderada: 5% a 10%.
  3. Grave: mais de 10%.
Lembre-se que 500 gramas pode significar 10% do peso de um recém nascido e apenas 0,5% em um adulto obeso. Isso demonstra o quanto vômitos e diarreias são mais perigosos nos pequenos, e a necessidade de oferecer líquidos sempre, nem a comida ou o leite são prioridades, mas sim a água e outros líquidos de fácil digestão. a11img01

Como suspeitar?

Os sinais clássicos de desidratação são desidrataçãodemonstrados na figura abaixo. Eles pioram e ficam mais evidentes com a piora da desidratação:
  • Sede é o primeiro sinal e geralmente o único na desidratação leve;
  • Olhos secos, fundos e sem lágrima;
  • Boca seca e sem saliva ou saliva grossa;
  • Redução até o desaparecimento do xixi;
  • Criança vai ficando de irritada para apática e sonolenta

Como tratar?

A desidratação é sempre tratada inicialmente por via oral, exceto quando associada à alterações vasculares, como o choque onde a criança apresenta-se apática, pulso fraco, pálida, com redução importante do fluxo sanguíneo. Podemos utilizar qualquer líquido, mas preferencialmente água ou soro de reidratação oral, que você encontra em qualquer unidade de saúde do Brasil. Existe a possibilidade de soro caseiro conforme a receita a seguir (existem colheres medidas especificas): soro caseiro Soros comprados, como Pedialite, ou mesmo o Gatorade, não são indicados para o tratamento de desidratação. Espero ter ajudado! Abraços Dr Christian Helfstein – Pediatra CRM 119.947 – Limeira/SP banner novo - telemedicina

2 comentários sobre “Desidratação

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s