Clique aqui para saber as Novidades
Devido ao um passado perverso na história de muitas famílias com crianças e até adultos com Anemias que nunca curavam, hoje ainda existe um grande temor quando é feita a suspeita ou confirmado com exames a existência de

anaemia_col
Palidez nos olho e boca

Anemia em nosso Filho. Mas muita calma nessa hora, que ocorreu uma grande mudança nos últimos 20 anos no diagnóstico preventivo e no tratamento curativo das anemias mais comuns na criança.

Se seu filho tem Anemia fique tranquilo porque em mais de 80-90% dos casos, a Anemia é causada apenas pela deficiência de algum nutriente, principalmente o FERRO na criança e pode ser curada em no máximo 3 meses.

O que é Anemia?

Ela ocorre quando ocorre queda na quantidade de células vermelhas com os níveis de Hemoglobina ficando baixos. A função da hemoglobina é levar o oxigênio (nosso maior combustível) para todo o nosso corpo, gerando a energia necessária para andarmos, pensarmos, além de todas as funções automáticas como batimento do coração e respiração.

Quais as causas mais comuns nas crianças?

  • Deficiência de FERRO (mais comum na criança).
  • Deficiência de vitaminas (ácido fólico e vitamina B12)
  • Doença Genética (anemia falciforme, talassemias, esferocitose e etc)
  • Perda de Sangue, visível ou oculta, como na urina (doenças renais) e fezes (geralmente por alergia alimentar)
  • Doença Crônica grave
  • Algumas infecções (anemia de rápida resolução);
  • Fisiológica, ocorre em todas as crianças por volta dos 3 – 6 meses.

Isso é Comum?

  • Deficiência de ferro: até 50% das crianças entre 6 m e 1,5 anos no Brasil. Sendo mais rara em outras idades.
  • Deficiência de Vitaminas (ácido fólico e vitamina B12): raro nas crianças, exceto as vegetarianas radicais
  • Verminose: mais raro nos dias de hoje, mas ocorre em crianças maiores (5 – 10 anos).
  • Doença Genética: sempre com casos na família
  • Fisiológica: praticamente 100% dos bebês.
  • Na população em geral, os estudos indicam 2,5 – 7,5% das pessoas possuindo anemia de alguma natureza (estudos em países como Estados Unidos ou da Europa, nossa realidade é bem pior)

Como Suspeitar?

  • Perda do apetite (não come nada, não aceita nem besteiras).
  • Baixo ganho de peso
  • Palidez e alterações de pele e mucosas
  • Fraqueza e desânimo
  • Diminuição defesa contra doenças

Além de causar alterações na função cerebral, com prejuízos no desenvolvimento psicológico, da inteligência e de fala (isso mesmo, anemia não tratada afeta a inteligência)

Como Diagnosticar?

Com a coleta de exames por suspeita do médico ou nos exames de rotina. É obrigatório a coleta de sangue até 1,5 anos de vida para avaliar a presença de anemia independentemente dos sintomas. Essa é a orientação da Academia Americana de Pediatria.

O exame básico para o diagnóstico de anemia é o Hemograma (hematimetria), podendo ser associado à Ferritina (estoque de ferro).

Na suspeita de causa genética ou defeito na hemoglobina, o exame de seleção é a Eletroforose de Hemoglobina.

Com esses três exames, é possível diagnosticar quase 100% das anemias nas crianças.

Tem Cura ?

Tudo vai depender da causa da Anemia do seu filho:

Se for nutricional, verminose e fisiológica, que são as mais comuns nas crianças, a resposta é sim. Resumidamente, uns 90-95% dos casos são completamente curados em até 3 meses se tratados adequadamente. Tratar adequadamente não significa dar apenas os medicamentos, mas também evitar a manutenção do fator que gerou essa Anemia.

É verdade que Anemia vira Leucemia?

Não, uma completa mentira. Se uma pessoa ou Médico ou Pediatra disse isso para você, eu aconselho a desconfiar de outras coisas que essa pessoa falou.

A Leucemia é um câncer do sangue que afeta a produção de células do sangue, geralmente gera anemia também, ou seja, a Leucemia causa Anemia, mas a Anemia não causa Leucemia.

Abraços!!

Dr. Christian Helfstein

Médico Pediatra – CRM/SP 119.947

Limeira – São Paulo