Clique aqui para saber as Novidades
Agora falarei sobre a Anemia por deficiência (falta) de FERRO, também conhecida como Anemia Ferropriva. É o tipo mais comum de Anemia na criança, portanto não se sinta culpado (pelo menos não muito) se o seu filho tiver Anemia deste tipo, sendo responsável por mais de 80% das Anemias das crianças.

Se seu filho apresenta outros tipos de Anemia ou você não sabe o tipo de Anemia dele, clique aqui e saiba mais

Quais as Causas?

  1. Leite Inadequado: não dar leite materno ou fórmula específica para crianças com menos de 6 meses.
  2. Prematuridade: mais de 60% do Ferro recebido da mãe pelo Bebê ocorre no final da gravidez (3 meses), período em que o prematuro já nasceu.
  3. Dieta inadequada: dieta rica em cálcio (basicamente LEITE) e pobre em ferro após os 6 meses. Dar mais de 750 ml de leite após os seis meses e de 500 ml após 1 ano de idade.
  4. Transição inadequada da dieta láctea aos 6 meses para a dieta da família com 1 ano de idade.
  5. Desenvolvimento acelerado: crianças grandes, que terão altura estimada de mais de 1,80-1,90m  tem maior chance de anemia no primeiro ano.
  6. Não suplementação com ferro após os seis meses de idade (sulfato ferroso, Noripurum, Combiron, Neutrofer, Mirafer, Dexfer etc). Clique e saiba mais sobre as vitaminas usadas na infância.

A Culpa é Minha?

Sim, na maioria dos casos a culpa é uma alimentação inadequada ou a não suplementação correta com compostos ricos em Ferro. Mas muitos Pediatras não suplementam ou prescrevem doses baixas.

Como qualquer deficiência nutricional, a falta de ferro pode ser evitada aumentando a oferta, facilitando a absorção e reduzindo as perdas de ferro (principalmente se seu filho tem menos de 6 meses de idade)

Diagnóstico

É realizado após a realização do exame Hemograma ou Hematimetria ou Hemoglobina/Hematócrito sendo que cada idade apresenta um valor diferente de referência.

Anemia tabelaAnemia é a existência de um valor de hemoglobina abaixo do valor de referência para a idade.

Como Tratar

O tratamento é feito com suplementos à base de ferro em uso diário por 3 meses.

Existem dois tipos de compostos ferrosos, os quelados e os não quelados, sendo os quelados de mais fácil absorção além de serem mais tolerados por apresentarem um sabor mais agradável, geralmente chocolate ou doce de leite.

  • Sulfato Ferroso: tem 1 mg de Ferro por gota, gosto horrível, indutor de vômitos ou aversão alimentar (quando misturados à alimentos), baixa absorção comparativa, barato apenas se pego de graça no Posto de Saúde (geralmente o único disponível no SUS).
    • Dose tratamento: 5 gotas/ quilo de peso/ dia (máximo 50gts). Não dar leite 1 hora antes e depois da medicação.
    • Como mancha as roupas e dentes, sempre aconselho a utilização de uma das opções abaixo se a criança não aceitar facilmente.
  • Noripurum, Neutrofer e Ultrafer, Combiron: gotas e de xarope.
    • Tem 2,5 mg de Ferro por gota ou 10 mg/ml de xarope. Sabor agradável, facilmente acrescentado aos alimentos, pouco volume, melhor absorção.
    • Não tem a absorção interferida pelo leite. Ou seja, pode misturar no leite.
    • Dose de tratamento: 1 gota/2,5 quilo de peso (máx 20 gotas) ou 1 ml / 2 quilos de peso (máx 5 ml);
  • Acrescentar Alimentos Ricos em Ferro à dieta como carne, ovo, feijão ou leguminosas e vegetais verdes escuros. (clique aqui)
  • Reduzir as perdas na absorção desse Ferro ingerido. (clique aqui)

Se quiser saber mais sobre as doses de prevenção, clique aqui

SEMPRE HIGIENIZAR OS DENTES APÓS A UTILIZAÇÃO DE SULFATO FERRO PELO RISCO DE TINGIMENTO DOS MESMOS.

Pode-se acrescentar as medicações a sucos ou comidas dando preferencia aos alimentos ácidos, como suco de laranja, pois facilitam a absorção do ferro.

Quanto Tempo para curar?

Existem 5 fases durante o tratamento da anemia:

  • Reposição intracelular: entre 12-24 horas após inicio do tratamento com melhora da irritação e do baixo apetite.
  • Resposta da medula óssea (fábrica do sangue): após 2 dias.
  • Aumento da Produção: pico de produção chega no sétimo dia de tratamento.
  • Melhora dos Exames (hemoglobina): inicio após 7 – 30 dias.
  • Reposição dos Estoques: após 30 – 90 dias.

Tratamento total dura pelo menos 3 meses.

Preciso colher outro Exame?

Não de rotina, apenas na ausência de tratamento correto ou manutenção dos sintomas. Se a Anemia for de nível moderado (Hemoglobina menor que 9,0) ou grave (Hemoglobina menor que 6,0), sempre deve ser colhido exame de controle pós tratamento ou nos casos de recorrência, onde além do Hemograma, devemos colher Ferritina e Eletroforese de Hemoglobina.

 

Abraços!!

Dr. Christian Helfstein

Médico Pediatra – CRM/SP 119.947

Limeira – São Paulo