banner - Novidades-novo

O QUE É OTITE EXTERNA? 

A Otite Externa (OE) é uma infecção do canal auditivo, causada pela irritação prolongada associado à maceração secundária e a umidade excessiva. Foi chamada por muito tempo de Otite do Nadador, pois a entrada de água em nosso canal é extremamente comum e nem um pouco danosa a nossa saúde.

Todos os pais já ouviram inúmeras recomendações de avós, tios, entre outras pessoas, para que tomem cuidado em relação a dor de ouvido na criança. O grande problema é que essas pessoas confundem a OE com a Otite Média Aguda (OMA), que é uma infecção mais grave, muitas vezes necessitando de antibióticos para seu tratamento e que pode levar a redução da audição no caso de quadros recorrentes.

Orl-Otite externaNa criança, o canal auditivo apresenta uma porção cartilaginosa mais longa que no adulto, e essa porção além de ser mais espessa, ainda apresenta glândulas de gordura e suor. A soma de restos de descamação da pele, gordura e suor formam o cerume, que tem uma importância fundamental na OE. O cerume tem como função a proteção e a limpeza contínua do nosso canal auditivo contra agentes nocivos visíveis (como poeira, pólen, insetos), e microscópios (bactérias que habitam nossa pele). Resultado disso é um canal mais estreito e com maior conteúdo

A falta desse mecanismo de proteção – seja devido excesso de cerume levando à retenção de suor ou água do banho e consequentemente, maceração e excesso de umidade, ou a falta de limpeza contínua causado pela ausência de cerume – são as principais causas da OE em associação com o excesso de contato do canal com a água, seja através de banhos muito frequentes ou de piscinas.

Devido a tudo isso, a OE é extremamente comum no início da infância – especificamente na idade escolar – principalmente com os papais de primeira viagem, que acabam deixando entrar muita água na orelha dos pequenos e esquecem de secá-las, devido aos esportes como natação, e as frequentes rolhas de cerume, características dessa idade.

Eczema_ear2
Típico caso de Otite Externa – Observe a descamação e redução do diâmetro do canal

Os traumas podem causar infecções no canal auricular – da mesma maneira como qualquer arranhão ou corte em outras partes do corpo – com o agravante do canal auricular fica quase impossível de higienizar, e aliás, é contraindicado a colocação de qualquer substância na orelha após um trauma antes da avaliação de um médico, causando integridade da membrana timpânica (separa orelha externa da média).

A OE é causada por inúmeras bactérias, e o diagnóstico de etiológico – o nome do bichinho – não é presente na maioria dos casos. Nenhum exame é necessário para o diagnóstico, exceto a visualização do canal auricular por um médico capacitado. Muitas vezes a inserção de otoscópio (aparelho) não é necessária e contraindicada devido à dor.

Banner novo youtube

O diagnóstico é extremamente fácil. O sintoma predominante é a dor, geralmente severa, ou seja, seu filho não vai parar de chorar enquanto o tratamento não iniciar. Dor na manipulação da orelha, onde há presença de linfonodos – são grãos no pescoço – e a saída de secreção aquosa ou purulenta são comuns também. A febre é extremamente rara, e geralmente ocorre se a OE for secundário à outra doença – OMA e Mastoidite –  ou se não for OE (furunculose extensa ou condrite).

A dor de ouvido pode ter outras causas e em nenhuma a dor é tão intensa e localizada. OMA, faringite, sinusite, neurite ou cáries podem dar leves dores no ouvido  à moderada intensidade, geralmente causam mais um sensação de entupimento, obstrução ou pressão.

Observar que a OE tem sintomas completamente diferentes da OMA, sendo a primeira basicamente dor e pouca secreção no ouvido. e a segunda apresenta febre, tosse, dor leve, pode apresentar secreção nos casos de perfuração do tímpano, como ocorre na Otite Média Supurada (OMS). A OE raramente deixa qualquer sequela, enquanto a OMA pode deixar sequelas como perda parcial da audição em casos graves.

Basicamente apenas duas doenças causam a saída de secreção branca ou purulenta:

OE: apresenta apenas dor, sem outros sintomas como febre.

OMS: ocorre após um episódio de OMA com de febre e dor no ouvido, que melhoram com a supuração ou drenagem espontânea do pús devido a perfuração da membrana timpânica.

otitisExternaNa figura ao lado, apesar do aspecto ser muito ruim, a infecção está localizada apenas na pele, com a membrana timpânica se apresentando opaca  -devido a inflamação no local – e sem sinais de perfuração, sendo portante uma OE e raras vezes tratada com antibióticos por boca.

O tratamento é feito com gotas otológicas – remédios que pingam diretamente na orelha – contendo analgésico, anti inflamatório e antibióticos. A melhora do quadro de dor ocorre poucos minutos após a instilação das primeiras gotas, e entre 48-72 horas do início do tratamento, todos os sintomas desapareceram e o tratamento deve continuar por 5-7 dias.

Esqueça as gotas de óleo quente ou de álcool para o suposto tratamento dessa doença.

A prevenção de novos episódios dependerá da causa principal. Reduzir a umidade após a piscina e o banho, e utilização de medicações para remoção do excesso de cerume em outros. Durante o tratamento deve ser evitado o contato prolongado com água. A utilização de álcool ou ácido acético diluídos (vinagre) após a piscina ou banho reduz a recorrência em casos de repetição frequente.

A doença não deixa nenhuma sequela a longo prazo após o tratamento.

Espero ter ajudado e deixem seus comentários com dúvidas ou sugestões. Respondo assim que puder!

Dr. Christian Helfstein

Médico Pediatra – CRM/SP 119.947

Limeira – São Paulo

banner novo - telemedicina

Textos Relacionados

Novidades para Você!Consultório VirtualRefluxo GastroesofágicoCausas de Choro no BebêO Sono Normal das CriançasFebreConstipaçãoGripe

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s