Clique aqui para saber as Novidades

A coleta ou ordenha do leite materno pode ocorrer de três maneiras básicas:

  • Coleta Manual: onde a mãe utiliza apenas as mãos e retira o leite
  • Coleta com Bombinha Manual: utiliza uma bombinha com funcionamento manual facilitando a retirada do leite e reduzindo as perdas.
  • Coleta com Bombinha Elétrica

Coleta Manual

A coleta manual de leite materno parece uma bicho de sete cabeça para algumas pessoas, mas com as orientações certas e principalmente com a prática, esse ato pode se tornar rápido e prático.

O principal fator para uma coleta favorável, além da técnica correta e treino, é o reflexo de ejeção do leite, que tem um fundo hormonal importante, e e inibido por estresse, medo, preocupação, sono e etc.
Quanto mais relaxada, melhor será a coleta, portanto, uma boa dica é tomar um banho antes da coleta para relaxar, além de colocar uma tolha morna sobre o seio, ajudando a saída do leite.
As dicas para facilitar a coleta são aproveitar o reflexo de ejeção desencadeado pela mamada de seu bebê e coletar o leite logo após a mamada do outro seio, ou então, com a ajuda de alguém, coletar o leite durante a mamada no seio contra lateral.
A saída do leite é mais fácil quando a mama está mais ingurgitada, portanto, muitas mães referem ser mais fácil ordenhar logo pela manhã, quando o seio está bem cheio.
A quantidade coletada é muito variável, mas geralmente a persistência gera um aumento progressivo da coleta, variando de 10-20 ml no início, até 200 – 300 ml.
A sequência da técnica de ordenha é essa:

  • Lavar as mãos e unhas, além de prender os cabelos
  • Preparar o local da coleta com os potinhos, pano limpo e etc
  • Massagear gentilmente a mama, com movimentos da parte externa da mama em direção ao mamilo que nunca deve ser dolorido ou desconfortável.
  • Coloque o dedão na parte superior da aréola e dois dedos na parte inferior, mais ou menos dois centímetros do mamilo, formando um “C”.
  • Posicione o potinho abaixo do bico do seio, impedindo o contato do leite com sua mão ou pele.
  • Mova a sua mão em direção ao tronco
  • Feche os dedos em direção um do outro
  • Faça esse movimento gentilmente repetidas vezes até iniciar a saída do leite
  • A cada redução do jato de saída, rotacione um pouco os dedos para esvaziar todas as áreas da mama

Nunca aperte ou manipule mamilo, pois pode machucá-lo, e nem puxe ele para baixo.
Transfira o leite coletado para os potinhos definitivos e guarde na geladeira ou congele.
Se você não conseguiu coletar agora, relaxe e tente depois, pois o reflexo de ejeção pode demorar a ocorrer nas primeiras vezes, sendo necessário mais de meia hora para esvaziar os seios manualmente.

Coleta com Bombinha Elétrica

Geralmente o principal fator para a decisão do tipo de Bombinha utilizada é o preço, mas deve-se levar em conta o tempo gasto, as diferenças entre cada Mãe e Seio, e o custo do substituto artificial. Para comparação, veja os valores abaixo

  • Consumo mensal de Fórmulas (Nan, Aptamil e etc) varia de 4 – 8 latas grandes, custando mais de 40 reais cada uma, conclui-se que o custo mensal pode chegar a 160 – 480 reais.
  • Bombinha manual: varia de 100 reais até 300 reais nas melhores marcas e mais fácies de utilizar.
  • Bombinha da marca MEDELA (uma das melhores) elétrica com sucção variável (mais confortável) custa de 500 a 800 reais. Uma AVENT com as mesmas características custa cerca de 200 – 250 reais.
  • Se for utilizar a bombinha por mais de 2 meses, SEMPRE vale a pena comprar ao invés de utilizar Formula comprada no mercado ou farmácia desde que a mãe tenha leite e disponibilidade de tempo.

Existem Mães que conseguem extrair em 10 minutos com uma Bombinha Manual muito mais que outras Mães com Bombinhas Elétricas. Isso ocorre por dois motivos principais:

  • Produção basal de leite: existe uma grande variação na produção de leite entre diferentes mães
  • Reflexo de Ejeção: se esse reflexo for inibido, como por sono, estresse, vergonha e etc, apesar do seio estar cheio de leite, nenhum leite será coletado pois todos os canalículos de escoamento estarão fechados.

Lembrando que não existe uma Bombinha perfeita, todas elas tem seus pontos fortes e fracos e ainda existe a nossa capacidade de adaptação ao funcionamento delas. Portanto, paciência, tenha calma e seja persistente por algumas semanas antes de desistir.

Todos os tipos de Bombinhas exigem a esterilização a cada utilização, o que as vezes é uma grande inconveniente.

Tipos de Bombinhas

Basicamente, existem dois tipos de Bombinhas:

  • Manual: utiliza da força da mão para gerar vácuo para a sucção
  • Elétrica: a pilha ou ligada na rede elétrica. Nesse caso existem as consideradas Domiciliares e as Profissionais (geralmente para uso de múltiplas mães – aluguel, banco de leite e etc)

Bombinha Manual528690

Necessita da participação da mãe ou de alguém como força motriz da bombinha através de algum mecanismo (varia de marca para marca) que pode utilizar uma ou ambas as mãos.

  • Prós: menor, silenciosa e mais barata. Não precisa de tomada ou pilha pois é você quem faz a força, por outro lado, a potência de sucção depende de sua força, o que pode ser mais cômodo e cansativo.
  • Desvantagens: pouco eficaz para a maioria das pessoas, pois como a nossa força dosa a força de sucção, sempre optamos pela mais confortável que não é forte o suficiente para ser eficaz. Não vale muito a pena exceto se a mãe consegue ordenha manual fácil e que acelerar o processo. Gera muita dor nas mãos.
    Existem inúmeras marcas, geralmente as com alavanca são mais confortáveis que as do tipo Seringa. Sem grandes diferenças entre as marcas.

Bombinha Elétrica Doméstica

Sua única diferença básica em relação a Manual é que a força motriz é elétrica, podendo ser  diretamente da tomada ou através de pilhas.

  • Prós: Eficaz (a maioria), pode ser barata, melhor controle da sucção com vários níveis de potência (algumas) e mais rápida.
  • Desvantagens: modelos mais baratos tem pouca potência. Modelos à pilha não valem a pena devido as frequentes trocas das mesmas e custo benefício duvidoso na maioria desses casos
  • Custo: 100 reais (não aconselho) a 800 reais (equivalente a 2 -6 meses de Fórmula de substituição)
  • Melhores: qualquer da marca MEDELA. Eu aconselho os modelos intermediários, cerca de 600 reais em qualquer loja da internet.

Bomba Elétrica Profissional

Existem modelos hospitalares, grandes e potentes, feitos para uso de múltiplas pessoas (sem risco de transmissão de doenças), geralmente pesados, e modelos domésticos mais potentes, alguns com sucção dupla, ou seja, nos dois seios ao mesmo tempo. Geralmente são alugadas.

  • Prós: rápidas, eficientes e geram pouco desconforto por terem inúmeros ajustes de potência. Para quem tem pouco tempo, muita sensibilidade no seio e quer amamentar por muito tempo após voltar ao trabalho.
  • Contra: Caras, difíceis de transportar pelo peso ou pela a necessidade de acomodar em uma mochila
  • Custo: cerca de 1200-3000 reais (equivalente a 6 meses a 1 ano de Fórmula de substituição)

O Aluguel dessas bombinhas de maior custo pode ser feito e existem muitas empresas que prestam esse tipo de serviço, porém, pelo risco de transmissão de doenças como HIV e etc, todos os cuidados devem ser tomados para avaliar a idoneidade da empresa.

Dr. Christian Helfstein

CRM/SP 119.947

Textos Relacionados

Novidades para Você!Coleta, Armazenamento e Congelamento de Leite Materno