Clique aqui para saber as Novidades

O Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) se tornou nos últimos anos umas das maiores “desculpas” de Pais, Professores, Avós, Cuidadores e inclusive Médicos para resolver um problema de comportamento muito comum nas crianças atualmente:

A Simples Falta de Controle sobre os Filhos

Escuto ou vejo quase todos os dias as seguintes frases:

“Não consigo fazer meu filho parar”

“Não dou conta dela ou dele”

“Não consigo controlar meu filho”

“Ele tem energia demais”

“Ele não tem jeito”

“Ele é muito mal educado”

Pais, Escola, Cuidadores e Parentes procuram uma solução para esse problema, e talvez a mais cômoda de todas seja a que esse comportamento é causado por uma DOENÇA, assim ninguém é culpado de nada, nem os pais e muito menos a criança.

E o melhor de tudo, ainda tem um remedinho para resolver tudo isso.

tdah

Classicamente as queixas, nesses casos, começam logo depois que a criança anda, simplesmente porque nessa idade o excesso de energia aliado à extrema curiosidade e pouca capacidade de concentração (nem 5 minutos em cada tarefa) levam a criança a mexer em tudo. Birra na Criança

Some a tudo isso, o aumento da Crises de Birra dessa idade, saiba mais clicando na figura.

Toda criança passa por isso, inclusive aquela criança “boazinha” que obedece aos Pais e fica sentadinho ao lado dele esperando para ser atendido em algum lugar, sem dar trabalho algum.

A maioria dessas crianças “incontroláveis” representa uma das seguintes situações (geralmente muitas delas):

  • Criança sem controle (para não chamar de mal educado mesmo): Pais que não sabem se impor, seja por falta de conhecimento, confundir birras com gênio forte, preguiça, dó ou qualquer outro motivo que o impeça de confrontar a criança.
  • Criança com uso frequente de estimulantesestimulantes (sim, pais dão muitos estimulantes as crianças): como café, refrigerantes, doces inocentes como balas e etc, clique na figura para saber mais.
  • Criança Entediada: basicamente aquela que fica trancada dentro de casa, da TV pro videogame ou computador, sem poder gastar toda a energia represada nessa idade: ficam pulando de atividade em atividade sem terminar ou se concentrar em nada.
  • Criança Carente: pais que trabalham ou que mesmo estando em casa, não dão atenção de qualidade à criança. Nada melhor para chamar atenção que aprontar um pouco ou muito, assim ninguém consegue resistir.
  • Fase: entre 1 e 5 anos algumas crianças são muito agitadas, mas não apresentam nenhuma das características acima, simplesmente melhora conforme vão amadurecendo.
  • Crianças cansadas: alguns devem se perguntar como uma criança cansada pode ser agitada. Simples, se ela parar, simplesmente vai dormir, então ela pula, grita, chora para se manter acordada.
  • Famílias desorganizadas, sem qualquer ordem ou capacidade de controlar uma criança. Um ambiente hostil ao desenvolvimento. Essas crianças se agitam tentando procurar alguma salvação.
  • Criança com TDAH, minoria dos casos.

Diagnósticotdah2

O diagnóstico é feito pela Tríade:

Hiperatividade, Desatenção e Impulsividade

O diagnóstico da Doença da Hiperatividade ocorre em crianças cujos sintomas iniciaram antes dos sete anos e precisa cumprir 6 ou mais dos critérios abaixo por mais de 6 meses:

  • Se contorce sentada, parece ter formiga nas calças
  • Levanta de 5 em 5 minutos
  • Corre ou escala tudo
  • Não brinca quieto, sempre fazendo barulho ou algazarra
  • Energia infindável, parece ter um motorzinho dentro dele ou é o igual ao coelho da Duracell
  • Fala demais
  • Responde antes da pergunta terminar
  • Não espera a vez nas brincadeiras ou para falar
  • Interrompe os outros.
  • Impaciente ou impulsivo
  • Distrai com tudo
  • Não presta atenção nas tarefas ou se perde em instruções
  • Não gosta de tarefas longas

Além disso, essas queixa tem que ocorrer obrigatoriamente em mais de um ambiente, excluindo a própria casa, como na escola e na casa de amigos, e com todas as pessoas. Ou seja, os sintomas devem ocorrer com qualquer pessoa e não somente com os Pais ou com determinada professora na escola.

A Hiperatividade ocorre muito mais em meninos enquanto a desatenção ocorre mais nas meninas, mas mesmo assim é rara com aproximadamente 2 a 3% das crianças apresentando a doença.

Tratamento

Psicológico para os Pais e a Criança

Medicamentoso: não existe melhor ou pior e nem citarei todos. Deve sempre ser orientado por um Pediatra ou Neurologista

  1. Metilfenidato ou outras anfetaminas. Exemplo: Ritalina
  2. Anticonvulsivantes como a Carbamazepina ou Tregetol
  3. Antidepressivos como a Imipramina ou Tofranil

Resumindo

Crianças com TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade) podem e são educadas, obedecendo as regras, elas são apenas agitadas ou desatentas, mas não fazem de propósito ou com o intuito de confrontar ou desobedecer.

Crianças não tem Maturidade para Decidireducação a maioria das situações, então porque deixar ele comandar uma situação que ele não está preparado. Educar é a principal tarefa dos Pais.

Se preocupe se seu filho apresenta crueldade seja com pessoas ou animais, comportamento desafiador demais, alterações na interação com pessoas ou outras crianças.

Crianças que com o Pai ou outra pessoa se comportam bem e com o restante das pessoas é endiabrado, não tem TDAH, ela apenas não respeita a autoridade de algumas pessoa, ou as pessoas não tem autoridade e a criança preenche essa brecha e manda na casa.

Dr Christian Helfstein

Médico Pediatra – CRM 119947

Limeira/SP

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s