Clique aqui para saber as Novidades
Com o início da primavera, a temporada de calor já começou e teremos muitos meses para aproveitar com a criançada, mas alguns problemas e doenças são característicos dessa época do ano.

Esse texto visa resumir alguns dos principais aspectos que os Pais devem saber sobre os problemas comuns do verão.

Banho

Não existe uma regra em relação aos banhos, apenas cuidados: risco de afogamento, queimaduras, quedas e alergias aos produtos utilizados.
O número de banhos aumenta bastante no verão e podem ser dois, três ou quantos forem necessários para refrescar o bebê, acaba sendo mais uma piscininha do que um banho.
Só não devemos utilizar sabonetes em mais de 01 dos banhos para evitar o ressecamento da pele. Lembrar de passar cremes ou óleos diariamente na pele do Bebê para evitar manchas ou lesões por pele seca.

Roupa

Basicamente os menores ou mais magrinhos sentem mais frio enquanto os mais velhos ou gordinhos são mais calorentos que os pais. Utilize poucas roupas no verão e não é incomum bebê e crianças ficarem apenas de fralda ou cuequinha para se refrescarem.

Ventilador, Climatizador e Ar-condicionado

Podem ser usados com moderação, desde que o vento seja indireto, voltado para o teto e a temperatura fique por volta de 25-28ºC. Tentar umidificar o ar sempre que possível.

Lesões de Pele do Verão

Em todas elas seu filho estará ótimo, brincando e comendo normalmente:

  • Lesões de Calor: bolinhas vermelhas que parecem espinhas pequenas que podem ser dispersas por todo o corpo, mas predominam no rosto, nas costas e na região do pescoço. Coloque menos roupa e use pasta d´água ou 1 colher de maisena no banho.
  • Lesões na região da Fralda: crianças maiores que andam ou engatinham apresentam lesões avermelhadas na região do cofrinho e nos elásticos da fralda das pernas devido ao aumento da temperatura no local. Tratamento é usar fraldas com mais tecido e menos plástico e pomadas de assadura.
  • Lesões em Dobras: lesões no pescoço, na orelha, dobrinhas de gordura que podem inclusive levar a fissuras na pele. Normalmente vem acompanhadas de infecções por fungos ou micoses. O tratamento é deixar o local seco com maisena ou pasta dágua e as vezes, pomadas para micose como cetoconazol e miconazol.

Alimentação

Muitas crianças e adultos diminuem muito a alimentação durante os meses de calor, rejeitando alimentos de difícil digestão e optando por frutas e legumes no lugar de carnes e frituras ou alimentos gordurosos. Isso é normal, não se preocupe!

Ingesta de Líquidos

Nem todos os bebês e crianças aumentam a ingesta de líquidos como água durante os meses de calor apesar do aumento da temperatura. Líquidos como água devem ser sempre oferecidos, sucos de fruta naturais e sem açúcar podem ser utilizados com moderação (200-400 ml ao dia, dependendo da idade da criança), leite não deve ser utilizado para matar a sede e sucos adoçados e refrigerantes devem ser evitados a todo custo.

Banho de Sol

Dar banho de sol no início da manhã (8-10h) ou fim de tarde (16-18h) apenas, assim evitando o período de maior incidência de raios UVA e UVB causadores de câncer de pele e queimaduras. Sempre devemos associar protetor solar nos maiores de 6 meses e métodos de barreia como guarda sóis, chapéus, camisetas e roupas com proteção UVA e UVB (parecem roupas de surfista). Memores de 6 meses devem evitar exposição prolongada

Filtro Solar

Só existem para maiores de 6 meses de idade com a descrição Bebê ou Baby e para maiores de 2 anos com a descrição Kids, normalmente. Não devemos utilizar os produtos para adultos em menores de 8 anos. Evitar aerossóis, pois a camada não fica uniforme.
O fator de proteção deve ser maior de 50 FPS nos Baby e 30 nos Kids. Eu gosto de produtos da Turma da Monica e La Roche-Posay para bebês e Cenoura e Bronze, BananaBoat, Roc e La Roche-Posay para os maiores de 2 anos. Todos os gostos e preços!

Repelentes

No Brasil só saõ liberados repelentes para maiores de 6 meses, mas mundialmente, crianças acima de 2 meses podem utilizar repelentes em casos de epidemias (que temos todos os verões no Brasil com a Dengue, Zika e Chikungunya). Podemos utilizar produtos como Loção repelente Johnsons e Off ou Repelex entre 2 meses e 2 anos de idade, sendo que entre 2-6 meses utilizamos apenas 1 aplicação ao dia, e entre 6m – 2 anos até 2x ao dia. Apos os 2 anos, os melhores são o OFF Refresh e o Exposis cuja duração beira as 6 – 12 horas, demandando apenas 2 aplicações ao dia. Produtos normais, incluindo os de adulto tem efeito por até 4 horas e podem ser usados de 2-3 vezes ao dia.
Nunca aplicar ao dormir, nem em mão e rosto de bebês, aerossóis não devem ser aplicados diretamente a pele e sim, nas mãos e só então espalhados. Saiba mais clicando acima.

Inseticidas e Outros Métodos

Podemos utilizar inseticidas aerossóis desde que duas horas antes da utilização do cômodo e deixando pelo menos uma hora arejando e também inseticidas de tomada desde que colocados a mais de 2 metros de distância de qualquer pessoa, incluindo crianças e bebês.

Evitar roupas claras e floridas, fechar a casa próximo ao por do sol, evitar locais ou horários com grande quantidade de mosquitos e etc. Saiba mais clicando acima.

Acidentes Comuns

  • Quedas e traumas relacionados aos esportes: utilizar sapatos adequados, luvas, capacetes e outros dispositivos de proteção.
  • Piscina ou locais com água: crianças adoram água mas podem se afogar em pequenas quantidades de água. Nunca deixe baldes ou bacias com água, piscinas sem grades ou redes de proteção, crianças sozinhas em piscinas ou rios ou praia, mesmo com bóia ou se souberem nadar.
  • Picadas de inseto: utilizamos pomadas de corticóides como dexametasona, betametasona, hidrocortisona e desonida. Raramente utilizamos antialérgicos orais.
  • Intoxicação alimentar devido à deterioração pelo calor ou contaminação de aliamentos por água contaminada, além das clássicas misturas alimentares das férias das crianças. Os sintomas são dores na barriga, distensão abdominal, vômitos e diarréia.
    • Observar sinais de desidratação como boca seca, pouco ou nenhum xixi, olhos funcos e sem lágrimas e moleira ou fontanela fundas, além de sonolência excessiva e letargia.

Viagens (principalmente praia)

  • Comida: evitar ao máximo a ingesta de alimentos comprados na praia, especialmente perecíveis como carnes, queijos, sanduíches naturais. Levar alimentos de casa, comer em barracas limpas, restaurantes, em casa ou pousadas, ou simplesmente utilizar alimentos industrializados ou de pacotes, assim evitamos intoxicações alimentares. Afinal de contas, férias são férias e antes uma dieta não muito saudável por alguns dias do que uma estada no pronto socorro. Restaurantes de estrada, principalmente os seus salgados não devem ser consumidos por crianças, dê preferência a alimentos industrializados ou lanches levados de casa.
  • Carro: todos devem estar de cinto e as crianças em suas respectivas cadeirinhas. Nunca deixar objetos soltos dentro do carro pois em caso de acidentes, o risco dele se tornar um projétil letal é grande. O melhor e mais seguro local de viagem para bebês é no meio ou atrás de um banco do passageiro vazio.
  • Verminose: viagens para o nordeste, Minas Gerais e Centro-Oeste, principalmente regiões rurais, demandam uma dose de vermífugo ou remédio para verme na volta
  • Acidentes: veja item acima

Kit Básico de Viagem

  • Analgésicos como dipirona, paracetamol ou ibuprofeno
  • Remédios para a cólica como buscopam ou simeticona
  • Vômitos ou Enjoos: plasil e dramim (muito bom para utilizar durante viagens rodoviárias, tira o enjoo e ainda dá sono)
  • Pomadas para Picada de Inseto: dexametasona, betametasona, hidrocortisona e desonida.
  • Antialérgicos de sua preferência ou do pediatra
  • Diarréia: floratil, florax e etc
  • Protetor Solar e Repelentes

Dr. Christian Helfstein – Médico Pediatra

CRM/SP 119.947

2 comentários sobre “Como Enfrentar o Calor

  1. Bom dia
    Temoa que tentar adequar tanto a temperatura, preferencialmente com ar condicionado para melhor controle da temperatura sem aumentar a dispersão de acaros e poeira.
    Também devemos usar umidificador de ar durante o dia e noite toda, além da inalação e do salsep.
    Lembrando que bebês podem ficar congestionados por gripes resfriados alergias e variações climáticas.
    Abraços

    Curtir

  2. Olá Dr Cristian, boa tarde, primeiramente parabéns pelo site! Muito bom!
    Dr, lendo sobre calor e ventilador ou ar condicionado, fiquei com dúvida, pois moro em Cuiabá, e aqui essa época do ano faz um calor absurdo! Rsrs e a umidade fica bem baixa… E meu bebê de 4 meses está ficando muito congestionado, tanto com ventilador ou ar condicionado, e mesmo usando climatizador, umidificador, e tbm estou fazendo inalação, uso sempre o salsep, mas enfim, tá complicado.

    Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s